“Canibalismo dos frangos” motivou Temer a usar Exército contra greve dos caminhoneiros

Michel Temer foi pautado pela Globo quando confessou que o “canibalismo dos frangos”, quando passam fome, o motivou a autorizar o emprego das Forças Armadas contra a greve dos caminhoneiros.

“Acabei de verificar uma coisa desagradável. Os frangos estão morrendo. Então, eu nem sabia que eles poderiam se canibalizando… Ou seja, eles não tem o direito de parar o país…”, justificou Temer em pronunciamento na reunião extraordinária do Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), nesta sexta (25), quando ele anunciou o uso das Forças Armadas para conter as manifestações contra os aumentos abusivos dos combustíveis pela Petrobras.

Na manhã de ontem a Globo havia noticiado que as cooperativas tinham reduzido as luzes nas granjas para que os frangos comessem menos ração e, consequentemente, não cometessem canibalismo após três dias sem comida.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.