Bolsonaro recepcionado com protesto de professores no Paraná

Partindo da premissa de que quem apanha nunca esquece, professores prometem “recepcionar” os deputados Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e Fernando Francischini (PSL-PR), nesta quinta (10), em Paranavaí, Noroeste do Paraná.

No dia 29 de abril de 2015, professores paranaenses foram recebidos com balas de borracha e bombas durante protesto contra o confisco da previdência dos servidores públicos. Na época, Francischini era o secretário de Segurança no então governo Beto Richa (PSDB). 213 foram feridos no Centro Cívico.

Os profissionais do magistério prometem amanhã uma “inesquecível recepção” para a dupla de parlamentares.

Bolsonaro e Francischini participam às 16h30 de um ato político no Sindoscom (Sindicato dos Empregados no Comércio de Paranavaí).

Comentários encerrados.