Alckmin rifado pela burguesia, que pode ungir Marina

Os golpistas não conseguirão eleger Geraldo Alckmin (PSDB) na tentativa de mostrar “normalidade democrática” no país. Muito menos Henrique Meirelles (MDB) ou Rodrigo Maia (DEM), segundo consultoria contratada pelo Palácio do Planalto.

LEIA TAMBÉM
Com 4%, Alckmin pede socorro a Temer

Se deixarem ele concorrer, Lula (PT) vence a disputa presidencial já no primeiro turno — atestam todas as pesquisas de intenção de voto. O petista é mantido preso político, em Curitiba, desde 7 de abril.

Os analistas palacianos agora se debruçam sobre três possibilidades para tentar a lavoura, isto é, o legado do golpe de 2016: Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Álvaro Dias (Podemos).

Marina tem mais simpatia da burguesia paulistana. Ela, muito provavelmente, enfrentaria ou o próprio Lula ou um nome apoiado pelo PT, inclusive Ciro Gomes (PDT).

Comentários encerrados.