STJ alivia para Alckmin

| 4 Comentários

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nancy Andrighi, que relata o inquérito contra o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), no âmbito da lava jato, aliviou para o tucano ao encaminhar o processo para a Justiça Eleitoral.

Possivelmente, outros tucanos, a exemplo do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), deverão ter a mesma sorte que Alckmin.

Assim como Richa, Alckmin é investigado por receber propinas da empreiteira Odebrecht. Ambos eram investigados pelo STJ, que é o foro competente para os governadores de estado.

O mundo jurídico esperava que os processos dos tucanos tramitassem como tramitam os processos contra os mortais comuns, isto é, na justiça comum com juízo singular.

Ganha um doce quem apostar que a Justiça Eleitoral é incompetente para julgar o caso da Odebrecht.

Por outro lado, em Curitiba, o ex-presidente Lula continua preso político.

Resumo da ópera: os tucanos são sujeitos de muita sorte, mesmo!