Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Richa terá de pagar “festa” em Paris, confirma MP

O Ministério Público confirmou na última sexta (13) que o ex-governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), deve devolver à viúva R$ 24 mil que gastou numa “parada técnica” em Paris, em outubro de 2015, durante viagem para Xangai, na China.

Na época, Richa prolongou uma viagem oficial e passou o fim de semana em Paris, hospedado num hotel cinco estrelas, às custas do erário.

O pedido de devolução do dinheiro foi confirmado pelo procurador de Justiça Mateus Bertoncini cuja ação tramita na 4ª Câmara Cível de Curitiba.

“Em suma, não há nada que justifique a estada dos recorrentes por dois dias, sem agenda oficial, em Paris (França)”, escreveu o procurador de Justiça, que enumerou cinco motivos para pedir o ressarcimento ao tucano.

“1) o feriado chinês ocorreu antes da viagem; 2) haviam outras opções de voo consideravelmente mais econômicas; 3) não havia nenhum compromisso oficial na capital francesa naquele período; 4) a extravagância do Hotel escolhido para a hospedagem, localizado à beira do Arco do Triunfo; 5) a situação econômica precária do Estado do Paraná naquele momento histórico.”

O pedido do MP foi em resposta a uma apelação de Beto Richa, que foi condenado em junho de 2017 pelo juiz Roger Vinicius Pires de Camargo Oliveira, da 3ª Vara de Fazenda Pública de Curitiba.

Comentários desativados.