PT, PSOL, PDT e PCdoB divulgam nota conjunta contra prisão de Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT), o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Partido Democrático Trabalhista (PDT) e o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) divulgaram nota conjunta de repúdio ao encarceramento do ex-presidente Lula, preso político na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR). Os quatro maiores partidos da esquerda brasileira exigem respeito à Constituição e classificaram a prisão de Lula como um ato de perseguição política.

“O encarceramento apressado e injustificado do ex-presidente Lula, contra o qual não há uma única prova minimamente sólida de culpa, agrava sobremaneira o perigoso e crescente clima de ódio e de instabilidade política que tomou conta do país. A decisão, destituída de fundamentos jurídicos sólidos, configura ato de perseguição política, que tende a aprofundar a gravíssima crise econômica, social e política do Brasil” afirma a nota assinada pelos presidentes Glesi Hoffmann (PT), Juliano Medeiros (PSOL), Carlos Lupi (PDT) e Luciana Santos (PCdoB).

As lideranças partidárias orientam também a  continuidade das ações de resistência politica, jurídica e de denúncia internacional da prisão de Lula. Confira a íntegra da nota.

Nota em repúdio à prisão do ex-Presidente Lula

nota_partidos

Comentários encerrados.