Moro terá de buscar Lula no Sindicato dos Metalúrgicos

O juiz Sérgio Moro, se quiser efetividade em seu mandado de prisão, terá de ir buscar o ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. O petista se recusou a entregar-se ante a violência da ordem do magistrado.

LEIA TAMBÉM
URGENTE: Lula não se entregará em Curitiba

A desobediência civil acerca da violência contra Lula é necessária e tem previsão legal nos termos do Art. 1º e do § 2º, Art. 5º da Constituição Federal de 1988.

“Não é Lula que está resistindo, é o operariado que resiste a uma prisão ilegal. Não se prende a esperança do povo. A decisão de Moro é reflexo da ditadura de uma corporação”, discursou o senador Roberto Requião (MDB-PR) na manhã desta sexta (6).

Requião disse que viajará agora pela manhã para solidarizar-se com Lula, em São Bernardo do Campo. O emedebista também acha fundamental a resistência à prisão ilegal.

Assista ao discurso de Requião:

Comentários encerrados.