“Lula é um preso político”, dizem senadores após visita ao ex-presidente

Para os onze senadores que estiveram nesta terça (17) na carceragem da PF de Curitiba, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um “preso político” que não pode ficar sem receber visitas.

“Não é um preso comum. Lula é um preso político com 35% das intenções de voto para a Presidência da República”, disse o senador João Capiberibe (PSB-AP), relator da diligência.

“É um homem interativo que passava os dias conversando e hoje está muito isolado. O advogado está sempre presente, mas precisa ter diálogo com mais pessoas”, completou Capiberibe.

A presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, integrante da comissão, também reforçou a condição de preso político do ex-presidente.

A Comissão de Direitos Humanos do Senado realizou hoje uma diligência nas dependências da Superintendência da PF da capital paranaense e encontrou o presidente Lula para verificar as condições de seu confinamento.

Lula afirmou aos parlamentares estar tranquilo, resiliente e pediu que a resistência também seja mantida do lado de fora da prisão.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.