Justiça do Paraná criminaliza acampamento Lula Livre em Curitiba

| Comente agora

A Prefeitura de Curitiba conseguiu na Justiça do Paraná fixação de multa diária de R$ 500 mil contra o acampamento Lula Livre, nas proximidades da Superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida.

Para disfarçar a nítida perseguição política, Rafael Greca (PMN) arrolou como réus a Central Única dos Trabalhadores (CUT); o Partido dos Trabalhadores (PT/PR); Movimento Curitiba Contra Corrupção; Movimento Brasil Livre (MBL) e Movimento UFPR Livre.

Entretanto, até as capivaras do Parque Barigui, na capital paranaense, sabem que a decisão judicial é para afastar os movimentos pró-Lula dos arredores da PF.

Ontem (13) a Prefeitura já manifestou a intenção de “expulsar” Lula de Curitiba. O diabo é que o ex-presidente é um preso político do juiz Sérgio Moro, real e único culpado por eventuais transtornos a moradores das cercanias da PF.