Depois da destruição simbólica de Lula, a eliminação física de petistas

Charge de Latuff.

O covarde atentado a tiros contra o acampamento Marisa Letícia, na madrugada deste sábado (28), em Curitiba, foi mais uma demonstração de que depois da destruição simbólica de Lula, os fascistas pretendem a eliminação física dos petistas.

Pode ser que os protofascistas não consigam nem uma nem outra coisa, mas têm o ânimo de aniquilar o ex-presidente Lula e eliminar fisicamente os petistas — não só aqueles que acampam no entorno da carceragem em que está Lula.

Os 20 disparos de arma de fogo, enquanto os integrantes da vigília Lula Livre dormiam, é a manifestação do desejo de eliminar aquele que pensa diferente.

Dito isto, a situação ganha contornos mais severos com a revelação de que os tiros contra o acampamento em Curitiba saíram de uma pistola 9 mm, de uso restrito do Exército e da Polícia Federal. É exatamente o mesmo tipo de arma utilizada na execução da vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro, em 14 de março.

Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) reforçou a denúncia do atentado contra acampamento na capital paranaense e cobrou investigação da Polícia Federal. “A pistola de mesmo calibre 9mm que matou Marielle foi usada contra Jefferson”, disse, referindo-se a Jefferson Lima de Menezes, que está internado no Hospital do Trabalhador após levar um tiro no pescoço.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.