De quatro, Aécio vira réu no STF

Pelo placar de 4 votos a 1, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) virou réu no Supremo Tribunal Federal por corrupção e obstrução da Justiça.

Aécio foi gravado por executivos da JBS que o delataram por receber propina de R$ 2 milhões.

A decisão da 1ª Turma do STF é prova cabal de que o tucano foi cuspido pelo sistema que busca provar que é “imparcial”, ou seja, que não castiga “somente” gente do PT.

A transformação de Aécio em réu é “efeito colateral” da ditadura da toga e do golpe de Estado que faz parte do show.

Comentários encerrados.