Bolsonaro é direita ‘no sentido limitado’ da palavra, diz sociólogo tucano

| Comente agora

O sociólogo tucano Bolívar Lamounier disse em entrevista à Folha que o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) é de direita ‘no sentido limitado’ da palavra cuja candidatura presidencial aposta todas as fichas na questão da segurança.

Segundo Lamounier, o eleitor do Bolsonaro terá de fazer a “mágica mental” para acreditar que ele conseguirá resolver o que o Exército não consegue no Rio.

“O eleitor tem que acreditar que se votar nele, dali a uns meses poderá andar sem medo na rua. Se o sujeito acha que isso é possível, boa sorte no voto”, ironizou.

Fruto dessa ‘limitação’, ainda segundo Lamounier, Bolsonaro — “um sujeito com pensamento de origem militar de baixa oficialidade” — não seguiria as ideias do Paulo Guedes (economista que privatizaria até cemitérios, segundo o sociólogo).

Sobre as eleições presidenciais deste ano, Bolívar Lamounier disse que aposta no centro [leia-se Geraldo Alckmin, do PSDB] para evitar uma “carnificina” entre Bolsonaro de um lado e quem Lula apoiar de outro. “Seria uma carnificina no segundo turno”.

Na prática, o sociólogo tucano passa recibo sobre as dificuldades de o PSDB chegar ao segundo turno.