1º de Maio poderá ter Chico Buarque e dupla sertaneja em Curitiba

As centrais sindicais discutem a realização de ato unificado no 1º de Maio, Dia do Trabalhador, com apresentações do compositor Chico Buarque e uma dupla sertaneja. As entidades ainda não detalham o evento nacional na capital paranaense, que será uma manifestação pela liberdade do preso político Luiz Inácio Lula da Silva.

Chico defendeu em vídeo esta semana a união das esquerdas. “E aí está um sinal de que as esquerdas podem se unir, devem se unir, quando se trata do essencial, que é o combate à injustiça e a defesa da democracia”, afirmou.

Além de buscar atrações nacionais para o 1º de Maio unificado, as centrais querem colocar em movimento o exército de militantes do acampamento Lula Livre, estacionado nas imediações da Polícia Federal de Curitiba, onde o ex-presidente está isolado há 11 dias.

Será a primeira vez, desde a redemocratização do país, na década de 80, que as centrais sindicais — CSB, CTB, Força Sindical, Intersindical, Nova Central e UGT — realização o 1º de Maio unificado.

“É interesse do trabalhador que Lula possa concorrer às eleições. A classe trabalhadora deve ter o direito de escolher como alternativa para presidir o Brasil um ex-presidente que respeitou os trabalhadores e trabalhadoras e mais fez pelos pobres deste país. É esse o principal entendimento das centrais”, afirma o presidente da CUT Vagner Freitas.

Atualizado às 10h16.

Comentários encerrados.