Por Esmael Morais

Temer anuncia candidatura mesmo com 94% de desaprovação

Publicado em 23/03/2018

Candidato é um bicho iludido mesmo. Vide o caso de Michel Temer. Mesmo com 94% de desaprovação, ele anunciou finalmente que disputará a eleição de outubro. À IstoÉ ele afirmou que seria covardia não ser candidato. Para o Blog do Esmael o golpista é corajoso porque terá muito a explicar.

LEIA TAMBÉM
Temer desaprovado por 94%

Temer afirma na entrevista de capa de IstoÉ que sairá candidato para defender o que ele chama de “legado” — o que seria correto dizer herança maldita — do golpe de Estado de 2016.

O ilegítimo se gaba pela reintrodução do trabalho semiescravo (reforma trabalhista), do congelamento dos investimentos pelos próximos 20 anos e se lamenta por não ter acabado com as aposentadorias (reforma da previdência).

Temer esqueceu — e a IstoÉ também — de falar nas criminosas privatizações (doações) do patrimônio público, mas mencionou a desastrada e pirotécnica intervenção no Rio. Entretanto, o Vampirão Neoliberal tangenciou sobre a execução da vereadora carioca Marille Franco (PSOL).

“A intervenção mal começou… Pode ser que encerre antes [de dezembro]”, admitiu.

Nesta semana, em entrevista à Globonews, o comandante-geral do Exército, Villas Bôas, afirmou que a intervenção no Rio “não é solução” para problemas sociais e ela deve ser limitada pelo tempo e espaço. A declaração ocorreu na mesma semana em que as Forças Armadas deixaram a Vila Kennedy, que fora anunciada como “laboratório” para futuras intervenções pelo país.