Sindicalista negra, nordestina e sapateira é a pré-candidata do PSTU à Presidência da República

Publicado em 12 março, 2018
Compartilhe agora!


Vera Lúcia,  pré-candidata pelo PSTU – Foto: Divulgação

As eleições presidenciais de 2018 prometem, já são quase duas dezenas postulante englobando um leque partidário que vai da extrema-esquerda à extrema-direita. Ou seja, não vai faltar opções para o eleitor. Na semana passada, mais um partido engordou a lista de pré-candidaturas presidenciais. Trata-se do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU). Aos 50 anos, a operária sapateira, negra, sindicalista do Sergipe, Vera Lúcia, foi lançada como pré-candidata da legenda. Ela também foi uma das fundadoras do partido.

Além da candidatura, o partido também lançou o manifesto “Um chamado à rebelião! Um projeto socialista contra a crise capitalista”. O documento pode ser acessado aqui.

O presidente e líder histórico do PSTU, José Maria de Almeida, foi o candidato da legenda nas últimas eleições. Segundo ele, “está se desenhando hoje uma candidatura do governo. Henrique Meirelles, Rodrigo Maia ou o próprio Temer. De outro lado, tem o PT com Lula ou outro indicado por ele, que representam mais da mesma política que nos trouxe desemprego e ataques aos direitos que vivemos hoje. Já candidaturas como a do PSOL, com Guilherme Boulos, não se propõem a ir além do capitalismo. Por isso, estamos apresentando uma proposta nitidamente socialista, que mostre que só os trabalhadores e o povo pobre organizado podem dar uma saída para essa crise”, avalia.

O PSTU foi o único partido situado no campo da esquerda que defendeu abertamente a saída do PT e de Dilma do governo federal.

Compartilhe agora!