Recuo na prévia do PIB em janeiro indica continuidade da recessão

O governo golpista de Temer e Meirelles bem que tentou iludir o povo brasileiro com a cantilena de que a economia brasileira tinha superado a recessão e voltou a crescer. Mas como a mentira tem perna curta, a prévia do PIB de janeiro demonstrou que a economia brasileira começou o ano em contração. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) recuou 0,56% em janeiro ante dezembro de 2017, na série com ajuste sazonal, informou nesta segunda-feira (19), a instituição. Ou seja, continua a recessão, o desemprego e quebradeira dos negócios no país.

Considerado uma prévia do BC para o PIB por analistas, o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses.

Como de costume, o Banco Central revisou dados do Índice na margem, na série com ajuste. O indicador de dezembro de 2017 na comparação com novembro ficou ligeiramente menos vigoroso, e passou de +1,41% para +1,16%. Em novembro, o IBC-Br passou de +0,30% para +0,42%. Em outubro, o índice foi de +0,42% para +0,29%. No caso de setembro, a revisão foi de +0,38% para +0,35% O dado de agosto foi de -0,27% para -0,32% e o de julho passou de +0,35% para +0,29%.

Comentários encerrados.