Osmar Dias rejeita ‘beijo grego’ e garante que fica no PDT

O ex-senador Osmar Dias informa que cancelou a reunião que teria com a direção nacional do PSB nesta terça (13), em Brasília, porque vai permanecer no PDT. Na prática, o pedetista rejeitou o ‘beijo grego’ no governador Beto Richa (PSDB), como havia sugerido na semana passada o senador Roberto Requião (MDB).

“Beijo grego só pra quem tem mais de 70 anos”, devolveu Osmar. Requião completou 77 no início deste mês.

Osmar permanece no PDT para disputar o governo do Paraná sob a bandeira da oposição ao grupo político de Richa. Muito provavelmente, ele buscará a formação de uma frente de centro-esquerda na corrida eleitoral de outubro.

Se este cenário se consolidar, além de Osmar também concorrerão ao Palácio Iguaçu (sede do executivo paranaense) a vice-governadora Cida Borghetti (PP), mulher do ministro da Saúde Ricardo Barros, e o deputado estadual Ratinho Junior (PSD), filho do apresentador Ratinho (SBT).

O prazo fatal para mudanças partidárias, antes das eleições, é o dia 7 de abril. Portanto, daqui a 26 dias.

Comentários encerrados.