Por Esmael Morais

Há 85 anos, Roosevelt tomava posse nos Estados Unidos

Publicado em 04/03/2018

Franklin Delano Roosevelt tomou posse na presidência dos Estados Unidos no dia 4 de março de 1933 com a missão de tirar o país da recessão econômica. Ele idealizou o “New Deal” (Novo Acordo) de inspiração keynesiana, cujas premissas eram:

LEIA TAMBÉM
Trump fez os vira-latas de bobos

– Desvalorizado do dólar em 50%;

– Anistia às dívidas dos agricultores e proprietários de imóveis;

– Lei Agrícola previa o fim da produção de excedentes por meio de subsídios;

– Lei de Recuperação da Indústria Nacional para proteger os interesses dos empresários;

– Limites de produção e preços;

– Definição de jornada máxima de trabalho e criação do salário mínimo;

– Fim da Lei Seca e regulação da indústria de bebidas;

– Regulamentação das relações trabalhistas, liberdade de organização sindical e direito de greve; e

– Construção de casas, aeroportos, estradas, quadras esportivas, escolas, etc.

85 anos depois, Donald Trump retoma o propósito da proteção da economia nacional visando a proteção de empregos dos norte-americanos. Mas, noutras partes do planeta, há ainda quem caia no conto do neoliberalismo.

A lembrança da posse Roosevelt ocorre no contexto das medidas protecionistas do atual presidente estadunidense, indicando que houve uma volta ao “paradigma” desenvolvimentista e, consequentemente, a decretação da morte do liberalismo econômico.