Em Foz, Lula fala de união Latino-Americana e critica perseguição de Moro

No auditório do Sindicato dos Eletricitários em Foz do Iguaçu, local de realização do Seminário de Integração Latino-Americana, o ex-presidente Lula fez um forte pronunciamento na noite desta segunda(26) denunciando a perseguição judicial orquestrada pela operação Lava Jato.  “O sonho de consumo do Moro era me levar para a Lava Jato”, disse Lula. 

Lula falou também da integração e da importância da união dos países do continente para defesa da soberania e dos interesses comerciais e políticos de cada nação. “Não queremos ser eternos exportadores de commodities, sem agregar mais valor. Queremos exportar inteligência, conhecimento, tecnologia, utilizar os recursos pré-sal”, afirmou.

Lula disparou ainda nos arruaceiros e milícias fascistas que tentaram interditar a passagem da caravana em Foz do Iguaçu.”Nós não queremos bater, mas não queremos apanhar. Agora vamos terminar a nossa caravana em Curitiba e eu já sei que vai dar confusão”, declarou indignado.

A senadora Gleisi Hoffmann, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), enumerou os investimentos do governo Lula na educação, em ciência e tecnologia e o papel efetivo da Itaipu Binacional na integração regional.

O senador e ex- presidente do Paraguai Fernando Lugo, o senador paranaense Roberto Requião e o reitor da Unila (Universidade Federal da Integração Latino Americana), Gustavo Oliveira Vieira, também usaram a  palavra no evento.

O Seminário contou participação em peso de alunos e professores da Unila, que homenagearam o ex-presidente, criador da universidade durante seu governo em 2012.

*Com informações de H2Foz e foto de Marcos Labanca

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.