Pesquisa da CNI: consumidor não confia no golpe nem na mídia

Pesquisa mensal da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta sexta (2), mostra que os brasileiros continuam preocupados com o emprego e pouco dispostos a fazer compras de maior valor.

LEIA TAMBÉM:

O Brasil de Temer possui 12,7 milhões de desempregados, diz o IBGE

Mídia quer convencer que ‘pibinho’ e desemprego são coisas boas para o brasileiro

Segundo a CNI, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) caiu 0,2% ante janeiro e alcançou a 102,7 pontos neste mês. O valor é 1,6% menor do que o de fevereiro de 2017 e continua abaixo da média histórica, que é de 108 pontos.

“A permanência do INEC em um patamar baixo sugere que a recuperação da demanda nos próximos meses continuará a ser modesta”, relata a CNI, contrapondo-se à euforia da mídia chapa branca e confirmando a frustração com o ‘pibinho’ de Michel Temer.

Sem emprego e sem confiança, a entidade do Sistema S afirma que “melhoraram as expectativas em relação à inflação e ao endividamento.” Claro, na Antártida também não tem inflação, endividamento, muito menos emprego. Lá só tem pinguins.

Ou seja, se não há atividade econômica, não há vida, não há inflação, não há empregos, não há confiança.

LEIA TAMBÉM:
Estadão tortura números sobre empregos para ajudar Michel Temer

Comentários encerrados.