Carlos Siqueira, do PSB, se reuniu com Osmar Dias em Curitiba

Compartilhe agora

O presidente nacional do PSB Carlos Siqueira se reuniu nesta terça (6), em Curitiba, com o pré-candidato ao governo do Paraná Osmar Dias (PDT). O dirigente socialista deu garantias de que o irmão de Alvaro Dias (Podemos) terá liberdade plena para formar uma chapa de oposição ao governador Beto Richa (PSDB), incluindo o senador Roberto Requião (MDB) que concorreria à reeleição ao Senado.

LEIA TAMBÉM
PSDB empurra Márcio França, vice de São Paulo, para o colo de Alvaro Dias

Na próxima terça (13), em Brasília, Osmar voltará a se encontrar com o diretório nacional socialista e as bancadas federal e estadual para definir a troca do PDT pelo PSB. “Será o prazo final, o deadline para o Osmar”, revelou um deputado estadual.

Siqueira disse a Osmar, no entanto, que não substituirá o diretório estadual do partido que é presidido por Severino Araújo. Também explicou que o PSB, por decisão do Congresso Nacional, não apoiará candidaturas identificadas com privatizações e projetos antipovo.

Nesta segunda (5), em entrevista ao Blog do Esmael, Osmar Dias jurou que ficará no PDT, afirmou que é o único que já ‘decidiu‘ pela disputa ao governo do Paraná, e que fará oposição ao neoliberalismo tucano. “Se o Alvaro é comunista, eu sou socialista”, admitiu. “Independentemente de troca de partido”, completou.