Blogueiro Milton Alves condenado por críticas a Sindicato dos Médicos do Paraná

O blogueiro Milton Alves foi condenado a pagar indenização de R$ 10 mil por dano moral ao Sindicato dos Médicos do Paraná (SIMEPAR). Em 2013, o ativista social classificou de “pelega” e “apedeuta” a entidade sindical no debate acerca do programa federal “Mais Médicos”. A ministra Nancy Andrighi, do STJ, negou recurso especial ao blogueiro.

LEIA TAMBÉM
Presidente do Sindicato dos Médicos do PR nega censura, mas é autor de ação contra blogueiro na Justiça

O diabo é que o Sindicato dos Médicos é presidido por Mário Ferrari, filiado ao PCdoB e presidente da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) no Paraná.

Milton Alves hoje é filiado no PT, mas presidiu o PCdoB do Paraná. Ele mantém no ar o blog Milton Com Política, que discute políticas públicas, direitos humanos e mundo do trabalho.

A ação por dano moral do SIMEPAR contra o blogueiro gerou críticas de centrais sindicais como a Nova Central Sindical (NCST) e a UGT (União Geral dos Trabalhadores), bem como do PT e das esquerdas paranaenses. As principais organizações trabalhistas do estado prometem fazer uma coleta para ajudar Milton Alves a pagar a indenização.

O titular desta página se solidariza e apoia a campanha em favor de Milton Alves, que é colunista e colaborador do Blog do Esmael.

Pelo WhatsAPP, Milton Alves pediu socorro:

“Amig@s, acabo de receber a notícia dos meus advogados (Escritório Passos & Lunard) da minha condenação no STJ numa ação movida pelo Sindicato dos Médicos do Paraná referente a uma postagem do meu blog em 2013 sobre o Programa Mais Médicos em que criticava a postura do sindicato — que combatia a implantação do programa. Entre multa por danos morais, honorários e outros encargos terei que desembolsar R$ 10.000, (dez mil reais). Justiça pra quem precisa?”

Comentários encerrados.