Beto Richa fecha universidades públicas do Paraná: UEL e Unicentro suspendem calendário


O governador do Paraná inimigo da Educação, Beto Richa (PSDB), continua o desmonte das universidades públicas estaduais. Nesta semana a Unicentro e a UEL anunciaram a suspensão dos seus calendários de aulas. Richa não autorizou a contratação dos docentes necessários para o funcionamento dos cursos.

A Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (Unicentro) e a Universidade Estadual de Londrina (UEL) emitiram comunicados anunciando a suspensão dos respectivos calendários de aulas na graduação a partir de segunda-feira (19). O motivo é o mesmo, o governo estadual não autorizou a contratação de professores necessários para o mínimo funcionamento dos cursos superiores.

O ataque às instituições públicas de ensino é uma das propostas dos tucanos e do governo do ilegítimo Michel Temer (MDB) para a educação. Eles planejam sucatear ao máximo as universidades que são principais polos de produção de conhecimento do país; mas que também oferecem resistência às políticas neoliberais de entreguismo do patrimônio nacional e de exploração dos trabalhadores.

Em sintonia com o atual Ministério da “Educação”, os governos do PSDB visam estrangular financeiramente as instituições, para em seguida cobrar mensalidades e privatizar toda a rede.

Leia os comunicados emitidos pela Reitoria da Unicentro e pela Reitoria da UEL

 

Comentários encerrados.