Por Redacao

13ª edição do Fórum Social Mundial começa nesta terça (13) em Salvador

Publicado em 11/03/2018

A 13ª edição do Fórum Social Mundial (FSM 2018) será realizada entre os dias 13 e 17 de março, em Salvador, na Bahia, com a maior parte das atividades concentradas no Campus de Ondina da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Com o lema “Resistir é criar. Resistir é transformar” são esperadas 60 mil pessoas de 120 países de todos os continentes. Os eixos principais do evento este ano serão a definição de estratégias de resistência às políticas neoliberais de desmonte dos direitos sociais e o enfrentamento aos golpes antidemocráticos ocorridos em diversos países.

O FSM é um espaço de articulação de movimentos sociais, partidos de esquerda e personalidades democráticas de referência mundial. Em sua declaração princípios,  o Fórum luta para promover a transformação do ser humano em busca de “Um outro mundo possível”.

Com mais de 1500 coletivos, organizações e entidades cadastrados, e cerca de 1300 atividades autogestionadas inscritas, o FSM 2018, terá representantes de organizações políticas e sociais de países como Canadá, Marrocos, Finlândia, França, Alemanha, Tunísia, Guiné, Senegal, além dos países das Américas Latina, Central  e do Norte.

Já confirmaram presença no evento o ex-presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva; a presidente da Fundação Franz Fanon, Mireille Fanon Mendes France; a Yalorixá Makota Valdina; o sociólogo Emir Sader; a presidente da Federação Democrática Internacional de Mulheres (FDIM), Lorena Peña; o ex-presidente paraguaio, Fernando Lugo; a militante indígena e pré-candidata a  presidência, Sônia Guajajara; Boaventura de Sousa Santos, cientista político; o filósofo do Congo, Godefroid Ka Mana Kangudie; Francine Mestrum, da Justiça Global Social.

Confira a Programação completa do FSM e das atividades no site.