Por Esmael Morais

URGENTE: 1ª lava jato de 2018 mira governo Beto Richa e concessionária de pedágio no Paraná

Publicado em 22/02/2018

A 48ª fase da lava jato mira nesta quinta (22) o governo Beto Richa (PSDB), do Paraná. A Polícia Federal deflagrou hoje operação sobre agentes públicos e empresas de pedágio que integram o ‘Anel da Integração’ nas rodovias federais no estado.

Segundo a PF, operadores de concessionárias fizeram o pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, DER/PR – Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná e Casa Civil do Governo do Estado do Paraná.

O DER é órgão comandado pelo irmão do governador, o secretário de Infraestrutura Pepe Richa (PSDB) e a Casa Civil é terreno do deputado licenciado Valdir Rossoni (PSDB).

A ação tem por objeto a apuração, dentre outros, dos crimes de corrupção, fraude a licitações e lavagem de ativos.

Dentre os alvos da operação da lava jato estão Adir Assad e Rodrigo Tacla Duran, este último, ex-advogado da Odebrecht, recusado como testemunha de defesa do ex-presidente Lula.

Beto Richa, condinome de “Piloto” nas planilhas da Odebrecht, é réu no STJ sob a acusação de recebimento de R$ 2,5 milhões em propina. De acordo com delatores da empreiteira, em troca de R$ 2,5 milhões para a campanha do tucano houve a contraprestação em obras de duplicação da PR-323.