Um governo de fantasias e alegorias…

O deputado Requião Filho (MDB) denuncia que, neste Carnaval, o paranaense segue dançando quadradinho para bancar o alto custo do governo Beto Richa (PSDB). “Um governo sem enredo, sob a batuta do bloco dos amigos de plantão, não pensa, não trabalha, não desfila pelo povo…”, escreve.

Um governo de fantasias e alegorias…

Requião Filho*

Está aí uma boa definição para o Governo Beto Richa. Um governo que fantasia números e alegoricamente, a cada dia, retira um pouco mais dos paranaenses.

Altos impostos são a sua grande marca registrada e, enquanto o bolso sangra, lindas e fantasiosas propagandas nos enchem os olhos durante a veiculação do horário nobre da TV. Sem reajustes, sem investimentos, raspando os cofres. Assim segue o Paraná, dançando no ritmo imposto pelo Secretário da Fazenda.

Um governo sem enredo, sob a batuta do bloco dos amigos de plantão, não pensa, não trabalha, não desfila pelo povo…

Na comissão de frente, orquestradamente ensaiados, seguem os deputados da base votando no ritmo do Governo.

Os carros alegóricos governamentais, assim como nas melhores escolas de samba, são montados e fantasiados para as apresentações. Puro marketing! Na hora que entram na avenida estão bem diferentes do que foi dito à comunidade que aguarda o desfile com ansiedade e curiosidade. Mas logo depois das belas produções, uma a uma, caem em ruína…

Nomes de samba enredo surgem em homenagem às mazelas paranaenses: Operação Quadro Negro, Publicano, Valdemort, Riquixá e tantas outras…

E nós, eleitores, cidadãos, que um dia sonhamos com um Paraná mais justo e solidário, somos vistos por eles como meros instrumentos de manutenção no poder.

Neste feriado carnavalesco, nem tudo é festa. É Carnaval e o paranaense segue dançando quadradinho para bancar o alto custo do Governo Beto Richa.

Haja fantasia!

*Requião Filho é deputado estadual pelo MDB do Paraná.

Comentários encerrados.