Requião afirma que juízes estão sendo ‘cuspidos’ depois de utilizados pela mídia

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou num vídeo publicado nas redes sociais, este domingo (4), que juízes e procuradores forma ‘cuspidos’ pela mídia depois de terem sido usado para o ‘trabalho sujo’ do golpe de Estado. “Primeiro com seu corporativismo primário foram usados como executores do plano entreguista”, disse o parlamentar.

“Os concurseiros não são mais necessários. Foram utilizados como capitães-do-mato. Depois de utilizados pela derrama dos auxílios-moradia, serão eliminados. O sistema entreguista fará deles novos Tiradentes. Serão enforcados pela mídia [risos] publicamente. Suas cabeças serão mostradas nas praças públicas. E suas residências com seus auxílios-moradia serão salgadas para que nada cresça”, discorreu o senador.

“Agora, desnecessários, mas arrogantes com o que fizeram, são sacrificados pela mídia entreguista numa espécie de ‘noite dos longos punhais”, observou Requião ao referir-se à pancadaria contra o auxílio-moradia recebido por membros da magistratura brasileira.

Requião sugeriu a juízes e procuradores que foram usados e agora cuspidos pela mídia façam autocrítica na prática, qual seja, se unam numa frente em defesa da democracia e da soberania nacional. Seria uma espécie de “Revolução dos Juízes” contra o golpe que eles ajudaram a construir no país.

“Não está na hora de acordarmos? Juízes, promotores, carreiras públicas. Vocês foram usados à farta. Imobilizados pela própria vaidade, o elogio da mídia. Não está na hora de abrirmos os olhos e fazermos no Brasil o que fez a França na invasão dos nazistas, uma aliança nacional contra o entreguismo?”, exortou Roberto Requião.

“Nós temos que superar a ‘República dos Concurseiros’, que está sendo agora sacrificada pelos interesses do capital financeiro e interesses de país mais desenvolvidos que o nosso”, concluiu.

Assista ao vídeo:

Comentários encerrados.