Para Osmar Dias, tucano Beto Richa “debocha” e expõe amizade com pedageiras; ouça o áudio

Compartilhe agora!

O ex-senador Osmar Dias (PDT) afirmou em entrevista à rádio Graúna, de Cornélio Procópio, na quarta (21), que o governador Beto Richa (PSDB) “debocha” ao lançar uma “pedra fundamental” para duplicar parte da BR-369. Segundo o pedetista, a obra é responsabilidade contratual da concessionária, não do governo ou do usuário da rodovia.

LEIA TAMBÉM::
Beto Richa sempre foi uma “mãe” para as concessionárias, diz ex-relator da CPI dos Pedágios

“Um absurdo fazer a inauguração da tão prometida duplicação de parte da BR 369, uma obra que é uma responsabilidade contratual da Econorte, que aliás já foi muito bem paga pelos usuários do pedágio mais caro do Brasil”, premonizou o pedetista que é pré-candidato ao governo do Paraná.

A declaração de Osmar ocorreu um dia antes da Operação Integração, da lava jato, que prendeu integrantes do governo tucano por envolvimento com a máfia dos pedágios. Segundo o Ministério Público Federal, as tarifas estão superfaturadas em até 400% nas 27 praças que integram o Anel da Integração. Agentes públicos autorizavam os tarifaços em troca de propinas.

Osmar também foi instado pelo senador Roberto Requião (MDB-PR) a se pronunciar sobre o escândalo do pedágio e a prisão de membros do governo Richa.

Numa recente entrevista ao blog Gazeta do Povo, Osmar Dias havia declarado que não enjeitaria um eventual apoio de Beto Richa. Mas, pelo jeito, após a devastadora operação da Polícia Federal, na quinta (22), o pedetista repensou o amparo do governador tucano.

Ouça o áudio de Osmar Dias:

Compartilhe agora!