Juízes federais irão cruzar os braços pelo auxílio-moradia no dia 15 de março

Os “companheiros” juízes federais planejam uma paralisação no próximo dia 15 de março pela manutenção do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil. Estão certos os magistrados porque quem não chora não mama. A Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE) marcou a manifestação uma semana antes de o STF julgar a liminar do ministro Luiz Fux que liberou geral ainda em 2016.

A greve dos magistrados federais no dia 22 de março é inédita no país, mas deve ser entendida como direito fundamental. Mas o benefício, se mantido, também deveria ser ampliado para outras corporações e ofícios.

O Blog do Esmael tem claro que o auxílio-moradia é um bode colocado pela mídia na sala da justiça, portanto um falso debate como já explicado aqui. Os barões da mídia querem mostrar que mandam no consórcio golpista.

Mas se a pauta é fake e a notícia é velha, por que raios a mídia faz disso um carnaval fora de época? Ora, para constranger e acovardar juízes e procuradores. É um recado: “ou vocês prendam e tornem inelegível o ex-presidente Lula ou vocês serão cuspidos como se fossem bagaço de laranja.”

No final das contas, mesmo fazendo o trabalho pesado, de expurgar o petista das urnas, os magistrados serão colocados de escanteio.

A intervenção político-militar no Rio já é um deslocamento de pauta da “corrupção” para a “violência” nos morros cariocas. É a tal “bolsonarização” da política e da mídia com vistas às eleições de outubro, também abordadas aqui nesta página.

A lava jato é quase coisa do passado. Respira por aparelhos.

Comentários encerrados.