Por Esmael Morais

Integrantes do governo Beto Richa e do ‘pedágio mais caro do mundo’ presos pela lava jato

Publicado em 22/02/2018

Além de integrantes do governo Beto Richa (PSDB), do Paraná, a Polícia Federal também prendeu temporariamente hoje (22) membros das concessionárias de pedágio no âmbito da Operação Integração.

LEIA TAMBÉM:
Beto Richa autoriza aumento acima da inflação para o pedágio mais caro do mundo

Ex-governador Sérgio Cabral inspira tucano Beto Richa a disputar um “foro privilegiado”

Do Departamento de Estrada e Rodagem (DER-PR) caíram Oscar Alberto Gayer da Silva e Nelson Leal.

Das pedageiras foram presos Wellington de Melo Volpato, Helio Ogama (Triunfo Econorte), Leonardo Guerra (Econorte) e Sandro Antônio de Lima (Econorte).

Assessor de Richa na Casa Civil, Carlos Nasser teve o pedido de prisão negado pelo juiz Sérgio Moro.

Segundo procuradores da lava jato, os agentes públicos e empresas de pedágio fraudavam a planilha para aumentar a tarifa do pedágio nas rodovias federais do Paraná.

O Paraná tem o pedágio mais caro do mundo.

“Privatização não necessariamente leva ao fim da corrupção”, declarou o procurador Carlos Lima.

LEIA TAMBÉM:
Beto Richa abre à IstoÉ prisão supostamente destinada ao ex-presidente Lula

Lava jato prende integrante do governo Beto Richa. Foro privilegiado protege tucano

Assista ao vídeo da lava jato: