Deu samba contra a reforma da previdência

| Comente agora

Deu samba a luta contra a reforma da previdência, que, após o Carnaval, voltará a atormentar os brasileiros. “Com essa reforma me aposento no caixão/ Fora Temer, chega de corrupção”, diz o enredo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal Fluminense (SINTUFF).

A letra de Ademir Ribeiro e Bertolo ainda adverte Michel Temer ao afirmar que “o povo não aceita a reforma” porque “acaba com o direito da gente se aposentar” [dos trabalhadores brasileiros].

“Pra Shell você deu isenção/ Renunciou a mais de um trilhão/ Gastou com propaganda milionária na TV/ Mas não consegue convencer”, prossegue o samba contra a reforma da previdência, que, ao final, pede “Fora Temer” e propõe “greve geral”.

Samba contra a reforma da previdência. Assista ao vídeo e acompanhe a letra:

Autores: Ademir Ribeiro/Bertolo

Temer tenha cuidado
A compra de deputado não vai funcionar
O povo não aceita a reforma
Que acaba com o direito da gente se aposentar
Pra Shell você deu isenção
Renunciou a mais de um trilhão
Gastou com propaganda milionária na TV
Mas não consegue convencer

Tenha santa paciência
Tem dinheiro pra propina (bis)
Ainda rouba a previdência

Com essa reforma me aposento no caixão
Fora Temer, chega de corrupção
Pra acabar com o grande acordo nacional (bis)
Eu vou pra rua, vou fazer greve geral