Requião Filho recita “No Caminho com Maiakóvski” nas vésperas do julgamento de Lula

O deputado Requião Filho (MDB), advogado legalista, recomenda reflexão e luta ao recitar o “No Caminho, com Maiakóviski” nas vésperas do julgamento do ex-presidente Lula pelo TRF-4. “Na primeira noite eles se aproximam/ e roubam uma flor/ do nosso jardim. E não dizemos nada./ Na segunda noite, já não se escondem:/ pisam as flores,/ matam nosso cão, e não dizemos nada./ Até que um dia,/ o mais frágil deles/ entra sozinho em nossa casa,/ rouba-nos a luz, e,/ conhecendo nosso medo,/ arranca-nos a voz da garganta./ E já não podemos dizer nada”, diz um trecho do poema.

No Caminho com Maiakóvski

Requião Filho*

Na luta pela manutenção da Democracia, e só por ela, trago hoje para nossa reflexão o poema “No Caminho, com Maiakóviski”. Foi escrito durante a ditadura – uma época em que não tínhamos voz, pelo brasileiro Eduardo Alves da Costa. Um texto que durante muitos anos teve sua autoria atribuída ao Poeta Russo.

Reflitam!

No Caminho com Maiakóvski – Eduardo Alves da Costa

Assim como a criança

humildemente afaga

a imagem do herói,

assim me aproximo de ti, Maiakóvski.

Não importa o que me possa acontecer

por andar ombro a ombro

com um poeta soviético.

Lendo teus versos,

aprendi a ter coragem.

Tu sabes,

conheces melhor do que eu

a velha história.

Na primeira noite eles se aproximam

e roubam uma flor

do nosso jardim.

E não dizemos nada.

Na segunda noite, já não se escondem:

pisam as flores,

matam nosso cão,

e não dizemos nada.

Até que um dia,

o mais frágil deles

entra sozinho em nossa casa,

rouba-nos a luz, e,

conhecendo nosso medo,

arranca-nos a voz da garganta.

E já não podemos dizer nada.

Nos dias que correm

a ninguém é dado

repousar a cabeça

alheia ao terror.

Os humildes baixam a cerviz;

e nós, que não temos pacto algum

com os senhores do mundo,

por temor nos calamos.

No silêncio de meu quarto

a ousadia me afogueia as faces

e eu fantasio um levante;

mas amanhã,

diante do juiz,

talvez meus lábios

calem a verdade

como um foco de germes

capaz de me destruir.

Olho ao redor

e o que vejo

e acabo por repetir

são mentiras.

Mal sabe a criança dizer mãe

e a propaganda lhe destrói a consciência.

A mim, quase me arrastam

pela gola do paletó

à porta do templo

e me pedem que aguarde

até que a Democracia

se digne a aparecer no balcão.

Mas eu sei,

porque não estou amedrontado

a ponto de cegar, que ela tem uma espada

a lhe espetar as costelas

e o riso que nos mostra

é uma tênue cortina

lançada sobre os arsenais.

Vamos ao campo

e não os vemos ao nosso lado,

no plantio.

Mas ao tempo da colheita

lá estão

e acabam por nos roubar

até o último grão de trigo.

Dizem-nos que de nós emana o poder

mas sempre o temos contra nós.

Dizem-nos que é preciso

defender nossos lares

mas se nos rebelamos contra a opressão

é sobre nós que marcham os soldados.

E por temor eu me calo,

por temor aceito a condição

de falso democrata

e rótulo meus gestos

com a palavra liberdade,

procurando, num sorriso,

esconder minha dor

diante de meus superiores.

Mas dentro de mim,

com a potência de um milhão de vozes,

o coração grita – MENTIRA!

In: COSTA, Eduardo Alves da. No caminho, com Maiakóvski. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985. (Poesia brasileira).

*Requião Filho é deputado estadual pelo MDB do Paraná.

14 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Com velocidade estonteante, uma enxurrada de poesia, recitais, canções, artigos simples ou antológicos, teatro de rua e de ocasião, está a tomar o país de uma forma avassaladora, tudo isto se dando em defesa da Democracia e do Presidente Lula, o que em última análise significa em defesa do país e de seu povo. Vivemos o início de um período eletrizante de reação profundamente nacionalista, universalista e humanista, fincada na cultura e na arte, que só tende a crescer.

  2. Entraram em nosso quintal,pediram nossos votos e pra nós não fizeram nada,roubaram a Petronas,e nós não fizemos nada,roubaram a saúde,e nós não fizemos nada,já roubaram a nossa esperança,e nós não faremos nada!!!

    • #SóNosRestaMesmoLutarPorLULACandidato2018AvantePovoBrasileiroVamosPortoAlegreNasPraçasDoBrasilLUTARporLULApelaDEMOCRACIAqueNosFoiTiradaTodosBrasileirosNasRespectivasCidadesLUTAREMOSporLULACandidato

  3. O jovem fala da Carta de Puebla, opções elos pobres, mas escreve para os ricos. Coitado! Terá um ano difícil o pequeno mamoninha.
    Sem os votos de Alexandre Guri, Romanelli, Stephanes Junior, Jonas Guimarães que sairam do partido, vai ter que gastar mais dinheiro do PMDB do estado para tentar se reeleger.

  4. O SUJEITO FEZ PARTE DESTE GOLPE COVARDE E QUE ESTÃO ENTREGANDO TODOS OS
    RECURSOS NATURAIS DESTA COLÔNIA ( ainda não somos livres ) E QUER FALAR DE
    LULA..? UM PRESIDENTE QUE EM OITO ANOS CONSTRUIU 14 UNIVERSIDADES EM
    MEU PAÍS JAMAIS O VEREI COMO ” QUEREM ” QUE EU O VEJA – SOU LIVRE E
    CIDADÃO – CONHEÇO A HISTÓRIA DESTA COLÔNIA E SEI QUE O NOSSO “OPERÁRIO
    FEZ MAIS DO QUE MUITO ” DOUTOR ” LADRÃO IMUNE ÀS LEIS A SÉCULOS.

  5. Lugar de ladrão é na cadeia
    Junto com a corja toda

  6. Idiota

  7. Como pode o tamanho da cara de pau , defender um ladrão ,que com o estrago que fez a uma nação e aos verdadeiros pagadores de impostos,que são somente os pobres ainda insiste em uma desgraça como o Lula, é só puro oportunismo. Lembrando o nobre deputado que seu pai prometeu acabar com o roubo que o pedágio no Paraná cambada de abutres

  8. Meu caro amigo…tanto se ouve “em defesa da democracia”, palavras ditas por quem não entende seu significado…que democracia existe neste país? Temos 513 deputados que votarão a reforma da previdência de acordo com a determinação do partido….eles foram eleitos para votar conforme a vontade do povo. Votarão no interesse do partido. ..INÚTEIS! !!!! Que democracia é esta?

  9. Nesse momento que clamamos por Justiça e Liberdade, esse poema nos encoraja para continuarmos na luta. A verdade tem que prevalecer; se não lutarmos contra os opressores, não conseguiremos olhar o espelho.

  10. QUE RAPAZ! TALENTODE ORADOR E POETA.
    À FRENTE, REQUIÃO FILHO. #LULAINOCENTE