Por Esmael Morais

“Morreu a 6ª República”, diz Breno Altman

Publicado em 26/01/2018

O jornalista Breno Altman, editor da Opera Mundi, afirmou nesta sexta-feira (26) que a condenação do ex-presidente Lula pelo TRF4 decretou a morte da 6ª República.

Segundo ele, as elites romperam o pacto da Constituição Federal de 1988 que foi assentado na disputa pelo poder via eleições livres.

Breno diz que com o fim da democracia, consagrado na ‘Quarta de Cinzas’ antecipado, formaliza-se no Brasil uma Plutocracia sob influência da banca financeira.

O editor do Opera Mundi denuncia que o rompimento do pacto constitucional e democrático é necessário para a elite vender o país, privatizar o petróleo, transferir terras a estrangeiros, dentre outras mazelas para o povo brasileiro.

Breno Altman prevê um sombrio período de ditadura disfarçada de democracia, submissa às potências econômicas e militares internacionais.

Ele propõe a “desobediência civil” e a “rebelião cidadã” para fazer frente ao golpe que tira Lula da disputa eleitoral.

“A candidatura de Lula está posta, mas a mídia quer desmobilizar a militância”, alertou Altman.

Assista ao vídeo: