Michel Temer diz não querer sair da Presidência com a pecha de ladrão

Michel Temer disse à Folha que não vai concluir seu mandato com a pecha de um “sujeito que incorreu em falcatruas”. Ele falou da demissão de quatro vice-presidentes da Caixa Econômica Federal — por imposição do Ministério Público Federal — todos eles investigados no âmbito da operação Greenfield.

Temer não queria desligar os 4 vices porque eles eram indicações políticas do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ), Geddel Vieira Lima (MDB-BA) e dele próprio — segundo as investigações. Se não fosse enquadrado pelo MPF, muito provavelmente foi alertado de que ficaria com a pecha de ladrão.

A operação da PF suscitou ataques à Caixa na mesma magnitude que a Petrobras recebeu da mídia. O objetivo do bombardeio era tirar os “políticos” do banco público e, consequentemente, diminuir a atuação no financiamento de projetos de infraestruturas e moradias populares, a exemplo do Minha Casa Minha Vida. A intenção é deixar esse bilionário filão para os bancos privados, etc.

Ato contínuo, a toque de caixa, foi modificado o estatuto do banco público para proibir políticos e sindicalistas de ocuparem posições na diretoria. Uma medida que à primeira vista parece “bacana”, mas mortalmente danosa para as políticas públicas.

Os técnicos serão burocratas comandados pela velha mídia, que tem interesses econômicos e políticos diferentes do povo brasileiro. A Caixa ficou refém de um esquema criminoso comandado pelo sistema financeiro privado e pela mídia.

Portanto, além de transformar o Palácio do Planalto em porta de cadeia e ficar com a pecha de ladrão, Michel Temer ainda sairá da Presidência da República com a fama de o mais fraco de todos os presidentes da História.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Será que teremos a alegria de ver o vampiro traira de braços dados com o japonês da federal, algemado e com correntes nos pés? Eu apoio esta ideia.

  2. Acho que uns dias antes da posse ele vai se refugiar em alguma embaixada (meu palpite é Russia) pra não ter que entrar num camburão assim que passar a faixa e descer a rampa.

  3. Pingback: Michel Temer diz não querer sair da Presidência com a pecha de ladrão | BRASIL S.A

  4. Maldito traidor dos infernos!!!!traiu a chapa vencedora e se vendeu ao PSDB de Aécio e companhia, implantando essa maldita ponte do atraso.
    Vai sair como ladrão,bandido,corrupto e traidor.

  5. Querer não é poder, que fique bem claro para ele, que suas atitudes como vice e depois do golpe, para assumir a presidência do Brasil, o estigmatizaram não apenas como ladrão, por ter roubado o poder, mas também por ter assaltado os cofres públicos. Além de ladrão levaram para eternidade o estigma de golpista.

  6. “Vou me dedicar à minha recuperação moral”. Bem, pelo menos o canalha reconhece que sua moral está no chão. E acho que a recupere, pois só se recupera aquilo que se teve. E moral é algo que o traidor-golpista nunca teve.

  7. E essa entrevista dada à Folha não passa de 171 tentando vender produto vagabundo como se fosse de qualidade. Seria de rir se não fosse dramático para o país.

  8. Ladrão e traidor. Fica na História do Brasil pior que Joaquim Silvério dos Reis.

  9. É serio lendo está noticia eu ri tanto que borrei toda cueca.
    Esse Temer é uma piada.