Governo do Paraná confirma redução nos salários dos professores PSS

O governo Beto Richa (PSDB) confirmou nesta terça-feira (2), com redução de 13,35% nos salários, a contratação de professores pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS).

O tucano reduziu o valor da hora-aula de R$ 15,73 para R$ R$ 13,63, conforme o edital 72/2017, anotado pelo Blog do Esmael no último dia 15 de dezembro.

Nas vésperas do Natal, Richa recomendou aos educadores não satisfeitos com a redução no salário a não se inscreveram no processo de escolha. A declaração do governador mereceu censura de seu líder na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), mas prevaleceu a redução de até R$ 400 no salário de professores para a jornada de 40 horas.

Para o ano letivo de 2018, o governo do estado pretende contratar temporariamente, com salários reduzidos, até 10 mil professores, pedagogos e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais. As inscrições se encerram no próximo dia 12 deste mês.

O diabo é que as aulas deste ano pode não começar, se depender de educadores do grupo da “APP Independente” que lançaram um manifesto na virada do Ano Novo defendendo greve geral da categoria a partir de fevereiro.

Além da sacanagem com a redução dos salários para os professores PSS, Beto Richa não está honrando o piso nacional de R$ 2.455,35. O tucano “come” 1/4 do vencimento do magistério ao pagar apenas R$ 1982,10 por 40 horas de trabalho.

Comments are closed.