Ex-presidente Lula comemora desempenho de “poste” na pesquisa Datafolha

O ex-presidente Lula comemorou o resultado do Datafolha divulgado nesta quarta-feira (31). Ele repercute nas redes sociais a informação de que um “poste” (candidato) indicado por ele também lidera contra todos.

“Em segundo lugar nas eleições ficaria um candidato indicado por Lula, que também lidera contra todos. Votariam com certeza em um candidato indicado pelo ex-presidente 27%, enquanto Bolsonaro tem 18% das intenções de voto”, escreveu em seu perfil no Facebook o ex-presidente Lula.

O recado de Lula foi claro ao comemorar o Datafolha: ‘quem eu indicar estará no segundo turno e vencerá a eleição de outubro.’

Dentre os possíveis candidatos a poste de Lula estão: Jaques Wagner (PT), Roberto Requião (MDB), Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), Gleisi Hoffmann (PT) e Guilherme Boulos.

O termo “poste” surgiu em 2009, nas vésperas da eleição da presidenta eleita Dilma Rousseff. A velha mídia duvidava que Lula conseguisse eleger um “poste apagado” naquela disputa presidencial.

“Dizem que Lula elege até poste. Será que elege poste apagado?”, provocou para o deleite da mídia na época o então deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO). Ele fazia troça com um apagão que ocorrera na usina de Itaipu, naquele longínquo novembro de 2009, que deixou parte do Brasil e do Paraguai no escuro. Dilma era a ministra da Energia.

O levantamento do Datafolha divulgado hoje aponta a liderança do ex-presidente Lula em todos os cenários e vitória dele contra todos os possíveis adversários no segundo turno. No primeiro turno, o petista tem até 37% das intenções de voto.

Comentários encerrados.