Por Esmael Morais

Chame o ladrão: juro no crédito a 334,6%

Publicado em 29/01/2018

O Banco Central divulgou nesta segunda-feira (29) que a taxa de juro do crédito rotativo total, incluindo o regular e o não regular, fechou dezembro com uma taxa de 334,6% ao ano. Os brasileiros pagam as taxas mais caras do mundo para esse tipo de crédito.

O juro do rotativo é cobrado do consumidor quando esse opta pelo não pagamento do total da fatura do cartão ou não faz o pagamento até a data do vencimento, assim ele na verdade está adquirindo um crédito com os maiores juros do mercado.

Abaixo, um quadro demostrativo do juro cobrado no cartão de outros países:

Argentina ——-> 47,40%.
Peru ————> 44,1%
Venezuela ——-> 29%
Colômbia ——–> 29,66%
Chile ———–> 21,59%
México ———-> 25,4%
Portugal ——–> 16,10%
EUA ————-> 24,99%

Os bancos agradecem a liberalidade do governo que permite essa farra contra os consumidores e a economia popular.

Socorro, chame o ladrão!