Por Esmael Morais

Ricardo Barros mira o PSC “de” Ratinho Jr

Publicado em 20/12/2017

Até agora os parlamentares social-cristãos têm batido continência para o colega de Assembleia Ratinho Junior que, num passado recente trocou o PSC pelo PSD.

O ministro da Saúde Ricardo Barros (PP), marido da vice-governadora Cida Borghetti (PP), iniciou costuras para tirar o PSC das mãos de Ratinho Junior. Ele opera essa migração junto ao deputado Pastor Takayama (PSC), que não morre de amores por Ratinho.

O objetivo de cooptar o PSC, assim como Barros fez com o PSB, é esvaziar a pré-candidatura de Ratinho Junior para o governo do Paraná. Sem condições de formar uma frente partidária, praticamente, se anula o projeto de concorrer ao Palácio Iguaçu.

Ato reflexo dessa articulação, que é uma verdadeira reviravolta no quadro político local, o ministro foi visto segunda-feira (18) de tititi com parlamentares do PSC na Assembleia Legislativa.

A movimentação do marido da vice-governadora tem deixado prefeitos e deputados — de todos os partidos — feitos verdadeiros “leitões vesgos” em vésperas de Natal. Eles ainda mantêm um olho em Ratinho Junior, mas também já flertam com Cida Borghetti.