Requião: “Me sinto constrangido quando falam que substituirei Lula”

“Não sou oportunista”, afirmou o senador Roberto Requião (PMDB-PR) ao Blog do Esmael nesta sexta-feira (22).

“Não sou candidato a vice do Lula, muito menos a presidente. Quero apenas que nosso país se livre deste opressor e fracassado liberalismo e volte a se desenvolver respeitando o povo trabalhador. Para isto no momento que vivemos a candidatura de Lula é o caminho”, completou.

O peemedebista disse que se sente constrangido quando falam que ele substituirá ao ex-presidente Lula nas eleições de 2018.

Requião confidenciou ao presidente estadual do PT do Paraná, Dr. Rosinha, durante confraternização nesta quinta (21), que teme ser confundido com as posições do ex-governador Ciro Gomes (PDT).

“Me sinto constrangido quando falam que substituirei Lula”, confidenciou ao dirigente petista.

Ato contínuo, na manhã de hoje, o jornalista Reinaldo Bessa, colunista do blog Gazeta do Povo, registrou declaração do parlamentar de que não tem mais idade para projetos pessoais.

“Tenho 76 anos, não tenho mais idade para projetos pessoais”, afirmou ao colunista.

O senador paranaense Requião disse ainda a Bessa que “só Lula para nos livrarmos disso que está aí”.

Requião é cotado pelo PT para ser vice na chapa de Lula e, caso o petista seja impedido, para representar o partido na disputa pela Presidência da República.

“Sua candidatura a vice está crescendo. Vamo que vamo”, escreveu hoje a senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, enquanto o senador do PMDB aguardava no aeroporto Afonso Pena o embarque para Brasília.

Comentários encerrados.