Professores que sofreram redução no salário prometem cerco ao Palácio Iguaçu nesta segunda

Publicado em 17 dezembro, 2017

Professores contratados pelo regime PSS (Processo Seletivo Simplificado), que tiveram os salários reduzidos em 13,35% pelo governador Beto Richa (PSDB), prometem fazer um cerco ao Palácio Iguaçu a partir das 10h desta segunda-feira (18).

Nas vésperas do Natal, o tucano divulgou edital abocanhando R$ 378,00 do salário dos professores PSS.

.

O salário de um professor que leciona 40 horas por semana foi reduzido de R$ 2.832,40 para R$ 2.453,40, ou seja, R$ 378,00 a menos.

“Meus amigos(as) Professores(as) PSS, o que vocês decidiram quanto a redução do nosso salário para 2018? Protestar ou deixar por isso mesmo?”, diz um chamado nas redes sociais para o protesto desta segunda.

Embora tenha reduzido os salários dos professores PSS, Beto Richa não mexeu nos vencimentos dos mais de 4 mil comissionados — aqueles contratos sem necessidade de concurso.

.

Modelo tucano de educação

Beto Richa foi escolhido no último fim de semana como vice-presidente nacional do PSDB. Ele fará dobradinha com o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, que, além da presidência do partido, disputará a presidência da República em 2018.

O governador do Paraná vai coordenar o programa de governo de Alckmin na área da educação.

Comments are closed.