Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Maia e Temer querem “enganar” centrais sindicais para aprovar reforma da previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), jura que não tem condições de votar a reforma da previdência. Do outro lado da Praça dos Três Poderes, Michel Temer (PMDB) et caterva asseguram que o fim da aposentadoria será votado no próximo dia 18.

No meio desse tiroteio estão os trabalhadores e centrais sindicais, feitos de bobos pelos golpistas, num jogo dissimulado para distrair e quebrar a resistência oposicionista. Tudo isso para beneficiar os bancos privados. É como se o sádico gato brincasse com o ratinho, esperando seu exaurimento, para então devorá-lo.

Pelo sim pelo não as centrais anunciaram que estão em “estado de greve” e prometem “parar o Brasil”, caso seja confirmada a votação na Câmara.

Não se surpreenda, caríssimo leitor, se a lava jato entrar em cena para ajudar Temer e Maia a aprovarem a reforma da previdência. Foi assim na votação da PEC que congelou os investimentos públicos por 20 anos. Também o foi na reforma trabalhista, que precarizou a mão da obra no país.

O PT acredita que o juiz Sérgio Moro é peça fundamental nesse jogo de distração do público enquanto o país é saqueado pelo bando de Temer e Maia.

Comentários desativados.