Tacla Duran promete provar ilícitos da lava jato em depoimento na CPI da JBS

Publicado em 30 novembro, 2017

Daqui a pouco, a partir das 9 horas, o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran vai depor na CPI da JBS, via videoconferência, na qual promete apresentar provas sobre o comércio de delações premiadas no âmbito da lava jato.

O convite ao depoente partir da iniciativa do deputado Wadih Damous (PT-RJ) que esteve na Espanha, onde Tacla Duran vive como exilado político, ao lado do deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

Para os parlamentares, integrantes lava jato agem como uma organização criminosa ao condicionar as delações a determinados advogados amigos da força-tarefa.

Damous e Pimenta também levantam a tese de que a matriz da lava jato fica nos Estados Unidos, não no Brasil, como a vã filosofia imagina. Pelo menos foi isso que eles extraíram nesta quarta (29) do depoimento do ex-procurador da força-tarefa Marcelo Miller — que era da equipe do então procurador-geral Rodrigo Janot.

O Blog do Esmael vai transmitir ao vivo para o Brasil e o mundo, nesta quinta, a partir das 9 horas, o depoimento do ex-advogado Tacla Duran na CPI da JBS.

Comments are closed.