Contra Sérgio Moro, procuradores abandonam palestra em Congresso Nacional da ANPM

O juiz Sérgio Moro, da lava jato, já não faz sucesso como antigamente. Nesta terça (21) à noite, em Curitiba, por exemplo, um grupo de procuradores abandonou, sob protesto, o XV Congresso Brasileiro da Associação Nacional dos Procuradores Municipais (ANPM) justamente quando o magistrado iniciou sua palestra.

A direção da ANPM recebeu ainda um manifesto assinado por 72 procuradores de todo o país contra a presença de Sérgio Moro no evento realizado na capital paranaense.

O protesto dos procuradores foi contra a “ditadura da opinião única” no encontro nacional, pois, segundo eles, seria de fundamental importância um contraponto nos debates. De acordo com os procuradores sublevados, Moro poderia ser convidado, mas também alguém como o ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão para o contracabeçote.

“A ele, ao juiz da causa, que deveria ser imparcial, só servem as provas que venham a contribuir com a tese dele, que é acusatória. Um juiz não pode ser acusador”, criticou a procuradora municipal de Fortaleza Rosaura Brito Bastos.

O juiz federal Sérgio Moro foi o último a palestrar ontem à noite sob o tema “A ação preventiva no combate à corrupção”. Ele afirmou que a corrupção é uma das coisas que mais afeta a rotina dos brasileiros e destacou que a força-tarefa tem hoje 60 ações penais, com 157 pessoas já condenadas.

Com informações do Paraná Portal/UOL

Comentários encerrados.