Bolsonaro “afrouxou” para os bancos

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) afrouxou para os bancos. “Precisamos de Banco Central independente para definir metas, diminuir juros, reduzir inflação e obter previsibilidade econômica”, tuitou nesta sexta-feira (3).

Ao se entregar ao sistema financeiro, em detrimento do setor produtivo, Bolsonaro frustrou militares e intervencionistas que defendem a supremacia do Estado na economia.

A posição de Bolsonaro é mais do mesmo, ou seja, em nada se diferencia de Michel Temer, Aécio Neves, Rodrigo Maia et caterva.

Depois dessa tuitada, Henrique Meirelles já estuda ser vice de Bolsonaro.

Dinheiro para a campanha da dobradinha não faltará, pois, como veio à tona, Meirelles amealhou R$ 180 milhões em consultorias para a JBS.

Crendiospai!

Comentários encerrados.