“As desigualdades no Brasil são herança da escravidão, não do Estado Corrupto”, diz autor

O sociólogo Jessé Souza lançará daqui a pouco em Curitiba, às 19h, na Faculdade de Direito da UFPR, o livro “A elite do atraso — da escravidão à lava jato” no qual defende que as raízes da desigualdade brasileira não estão na herança de um Estado corrupto, mas na escravidão.

Jesse, considerado um dos mais brilhantes intelectuais brasileiros, desmistifica na obra a transformação do combate à corrupção em “fetiche” de juízes, procuradores e mídia nesses tempos de lava jato.

A pesquisadora Ivana Bentes, da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em artigo no Mídia Ninja, afirma que muitos outros teóricos e intelectuais negros e brancos já colocaram isso na mesa.

“E mais: a demonização do Estado produziu um sujeito oculto das teorias e do debate midiático: o mercado. Eis aqui onde Jessé apanha da direita e da esquerda. Quer desmontar o discurso que “anda sozinho” na mídia, nas redes, nas universidades, nas conversas de bar, nas teorias, que o problema do Brasil é um Estado Corrupto!”, destaca a pesquisadora acadêmica da UFRJ.

Serviço:
Lançamento do livro “A elite do atraso — da escravidão à lava jato”
Data: hoje, quinta-feira, dia 23 de novembro de 2017
Local: Faculdade de Direito da UFPR (Praça Santos Andrade)
Horário: 19 horas.

Comentários encerrados.