Por Esmael Morais

“As desigualdades no Brasil são herança da escravidão, não do Estado Corrupto”, diz autor

Publicado em 23/11/2017

Jesse, considerado um dos mais brilhantes intelectuais brasileiros, desmistifica na obra a transformação do combate à corrupção em “fetiche” de juízes, procuradores e mídia nesses tempos de lava jato.

A pesquisadora Ivana Bentes, da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em artigo no Mídia Ninja, afirma que muitos outros teóricos e intelectuais negros e brancos já colocaram isso na mesa.

“E mais: a demonização do Estado produziu um sujeito oculto das teorias e do debate midiático: o mercado. Eis aqui onde Jessé apanha da direita e da esquerda. Quer desmontar o discurso que “anda sozinho” na mídia, nas redes, nas universidades, nas conversas de bar, nas teorias, que o problema do Brasil é um Estado Corrupto!”, destaca a pesquisadora acadêmica da UFRJ.

Serviço:
Lançamento do livro “A elite do atraso — da escravidão à lava jato”
Data: hoje, quinta-feira, dia 23 de novembro de 2017
Local: Faculdade de Direito da UFPR (Praça Santos Andrade)
Horário: 19 horas.