20 de novembro de 2017
por esmael
20 Comentários

Capitão-do-mato de Richa Beto bate-boca com professores temporários no Paraná

O secretário da Casa Civil do Paraná, deputado Valdir Rossoni (PSDB), conhecido como “capitão-do-mato” do governador Beto Richa (PSDB), bateu boca com professores neste domingo (19) durante “live” no Facebook.

20 de novembro de 2017
por esmael
17 Comentários

Requião: Lobby inglês no Senado mudou as regras do pré-sal; assista ao vídeo

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) denuncia nesta segunda-feira (20) o lobby inglês no Senado que mudou as regras do pré-sal para beneficiar as estrangeiras de petróleo. Segundo o parlamentar, Misshell — apelido de Michel Temer — ajustou as regras de … Continue lendo

20 de novembro de 2017
por esmael
15 Comentários

Executivo envolvido no propinoduto da Globo é assassinado no México

O executivo Adolfo Lagos, vice-presidente de telecomunicações do grupo mexicano Televisa, foi assassinado neste domingo (19), quando viajava de bicicleta por uma rodovia do Estado central do México, informou hoje (20) o Ministério Público daquele país.

20 de novembro de 2017
por esmael
9 Comentários

Governo Richa planeja despejo de sem terra no Paraná; vai dar merda, Beto

O governador Beto Richa (PSDB) prometeu em audiência com o Bispo, no último dia 6, não despejar moradores do assentamento do MST Irmã Dorothy, no município de Barbosa Ferraz, região Noroeste do Paraná. O diabo é que bastou o Santo … Continue lendo

20 de novembro de 2017
por esmael
9 Comentários

Gleisi Hoffmann: A quem ofende a celebração da consciência negra?

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, faz uma inquietante pergunta: “quem, afinal de contas, se ofende com a celebração da consciência negra no Brasil?” Na sequência, ela faz uma denúncia gravíssima: a cada 100 assassinatos registrados no Brasil, … Continue lendo

20 de novembro de 2017
por esmael
5 Comentários

Investimento público: o Brasil despenca ladeira abaixo; por Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) reverbera, em tom de denúncia, que os investimentos públicos no Brasil regrediram a patamares de 27 anos atrás, à década de 1990.