Vice de Foz do Iguaçu, do PCdoB, costeia o alambrado do PT

O vice-prefeito do município de Foz do Iguaçu, Nilton Bobato, do PCdoB, está a costear o alambrado do Partido dos Trabalhadores.

O vice declinou a possibilidade de assumir a presidência estadual da legenda vermelha na convenção ocorrida no último fim de semana.

Embora costeie o alambrado do PT, para usar uma expressão do ex-governador Leonel Brizola, o “diabinho” atenta para que ele ingresse no PSD — o mesmo partido que o prefeito iguaçuense Chico Brasileiro ingressou ao deixar o PCdoB, agremiação que presidiu no Paraná.

Nilton Bobato é pré-candidato a deputado estadual. Mais do que uma questão ideológica, a troca de partido é uma questão de matemática, isto é, de quociente eleitoral.

No início deste mês, o ex-deputado Ricardo Gomyde deixou a presidência estadual do PCdoB para agasalhar-se no PSB.

O OUTRO LADO

O vice-prefeito Nilton Bobato enviou a seguinte nota:

“Acabo de ver no blog do Esmael uma nota fantasiosa, ficcional, sobre meu futuro político. Quero deixar claro a todos e todas que minha militância e meu futuro político está no PCdoB. Qualquer projeto político que envolva meu nome será construído no PCdoB. Se não aceitei colocar meu nome a disposição para presidir o Partido no Paraná neste momento, só tem a ver com duas razões: a primeira delas confiança nos camaradas que tinham disposição para a tarefa, saudar o Edson Souza por ter aceitado o desafio. O segundo motivo pela incompatibilidade com minhas tarefas de vice-prefeito de Foz do Iguaçu.”

Comentários encerrados.