Tragédia em Goiânia reacende discussão sobre porte de armas no Brasil

A tragédia ocorrida nesta sexta-feira (20) em Goiânia, onde 2 adolescentes foram mortos por disparos de outro adolescente de 14 anos, reacendeu a discussão sobre o porte de armas no Brasil.

Na véspera do ataque no Colégio Goyazes, o Blog do Esmael havia alertado para o decreto legislativo do senador Wilder Morais (PP-GO) que visa autorizar o porte de armas aos cidadãos maiores de 18 anos. “Não bastam os exemplos de matanças nos EUA e no Rio“, registramos na quinta-feira (19). Bingo!

Em seu depoimento à Polícia, o adolescente atirador afirmou que se inspirou nos casos da escola de Columbine (ocorrido em 1999, nos Estados Unidos), e de Realengo (em 2011, no Rio de Janeiro).

Imagine se os demais adolescentes revidassem e iniciassem um tiroteio ainda maior… a tragédia também teria sido de proporções dantescas.

Uma sociedade armada até os dentes é uma sociedade doente, paranoica, que não valoriza a vida.

Que a tragédia de Goiânia sirva de lição: arma em casa é uma desgraça para as crianças.

Comentários encerrados.