Temer prepara tarifaço de 26% na conta de luz, após reduzir salário mínimo

Michel Temer, no leito hospitalar, prepara tarifaço de 26% na conta de luz em 2018.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou a proposta do governo para cobrir o déficit previsto na proposta de orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

O aumento será autorizado às distribuidoras de energia, como a Copel, no Paraná, objetivando satisfazer as companhias e seus sócios privados.

O diabo é que o tarifaço foi anunciado após Temer reduzir o valor do salário mínimo para o ano que vem. Ele reviu de R$ 969 para R$ 965 o mínimo de 2018.

Depois de revogar a Lei Áurea, retomar a escravidão, precarizar o trabalho a níveis do início do século XX, Temer agora está estimulado a volta da “luz de vela” e da lamparina.

Afinal, são 130 anos de atraso em “apenas” um ano e meio de golpe.

Comentários encerrados.