Requião Filho: A palavra é prevenção

| 1 Comentário

O deputado Requião (PMDB) escreve sobre política de saúde pública, do diagnóstico do câncer de mama, e em especial do Projeto de Lei nº 116/2017, apresentado por ele, denominado Janeiro Branco, que propõe a realização de ações educativas a respeito da saúde mental.

A palavra é prevenção: Outubro Rosa e Janeiro Branco

Requião Filho*

No último dia de outubro, minha última coluna é dedicada às mulheres. Em especial, à necessidade de realização de exames preventivos e de acompanhamento responsável no diagnóstico do câncer mama.

O movimento conhecido como “Outubro Rosa” nasceu da importância de se gerar informações sobre a doença que, dentre todos os tipos de cânceres, é a que mais mata mulheres ao redor do mundo.

Lançado em Nova York em 1990, o movimento atravessou continentes e hoje é praticado em inúmeros países.

Várias entidades se valem deste período anual para realizar atividades de conscientização, de arrecadação de lenços e perucas, de apoio psicológico a pacientes e realização de exames gratuitos ou com preços acessíveis. Mas é algo a ser feito o ano inteiro!

As pacientes já diagnosticadas com a doença possuem direitos atribuídos por Lei, tais como auxílio-doença, transporte coletivo gratuito e andamento jurídico prioritário, através da Comissão da Mulher Advogada da OAB Paraná e da Caixa de Assistência dos Advogados.

Embora uma pequena parcela dos homens também seja afetada por este tipo de câncer, a grande verdade é que toda movimentação em torno do tema é de extrema importância, pois todos os anos este problema vitima milhares de pessoas. Se descoberto em fase inicial possui grandes chances de cura e, por este motivo, a prevenção é o grande nome no combate ao câncer de mama.

Nesta mesma linha protetiva, visando salvaguardar a vida e a saúde, apresentei o Projeto de Lei nº 116/2017 denominado Janeiro Branco, que propõe a realização de ações educativas a respeito da saúde mental. O tema está em trâmite na Assembleia Legislativa do Estado em concomitância com o PL nº 002.00103.2017, proposto perante a Câmara Municipal, por iniciativa da Vereadora Noemia Rocha.

A adesão da sociedade em questões relativas à saúde tem demonstrado relevante impacto positivo. Por isso mesmo, colorir os meses e direcioná-los à proteção da vida levam informação, rompem preconceitos e são de extrema importância no acolhimento social do paciente.

*Requião Filho é deputado estadual pelo PMDB do Paraná.

1 Comentário

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Prevenção e solidariedade.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.